VARÍOLA DO MACACO CHEGA AO BRASIL, 1º CASO É CONFIRMADO

Nesta última quarta-feira (8), foi confirmado na cidade de São Paulo o primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil. A vítima, um homem de 41 anos que viajou à Espanha, está atualmente em isolamento no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na Zona Oeste da capital.

Em comunicado, a secretaria estadual da Saúde afirmou que “as amostras do caso ainda estão em análise pelo Instituto Adolfo Lutz” e que o homem “teve início dos sintomas, como febre e mialgia, no dia 28 de maio”.

Além desta ocorrência, a Prefeitura de São Paulo também acompanhando o estado de saúde de uma mulher de 26 anos internada sob suspeita de ter contraído varíola dos macacos. De acordo com o prefeito Ricardo Nunes (MDB), a paciente passa bem. Familiares e pessoas que moram próximo à mulher também são assistidos pela gestão municipal.

A respeito do caso suspeito, a gestão municipal disse por meio de um comunicado compartilhado na terça (7) que “no momento, o Centro de Vigilância Epidemiológico (CVE) estadual e a prefeitura de São Paulo investigam um paciente para descartar qualquer hipótese da doença”.

 

Já em nota divulgada nesta quarta (8), o Ministério da Saúde afirmou que oito casos estão em investigações. De acordo com a pasta, os estados do Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e São Paulo têm um caso suspeito cada um, e existe ainda dois casos em monitoramento em Rondônia e outros dois em Santa Catarina.

Em se tratando do caso do Hospital Emílio Ribas, a pasta revelou que o paciente “teve amostra coletada e encaminhada ao laboratório nacional de referência” e que “os exames estão em processo de análise”.

Em nota, a pasta entregou ainda que “o Ministério da Saúde, por meio da Sala de Situação e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS Nacional), segue em articulação direta com o estado e município de São Paulo para monitoramento do caso”.

 

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *